2015

Relatório Anual - 2015
Relatório Anual - 2015
                  RELATÓRIO DE ATIVIDADES – 2015                 
Palavra do Presidente
Com alegria apresento o sétimo relatório anual de atividades da Obra Social Glorieux referente ao ano de 2015.
Com referência às parcerias entre a Obra Social Glorieux e outras instâncias, constatamos:
O programa 2º tempo funcionou initerruptamente durante todo o ano.
Devido à falta de recursos, o SENAC que havia se disposto em executar quatro (4) cursos no ano vigente, pode executar apenas um (1).
O projeto de judô e atendimento psicopedagógico via Fia (Fundo da criança e adolescente) foi executado com êxito.
As doações originadas tanto da Apsa (Associação Pão de Santo Antônio) e da Paróquia Sagrado Coração de Jesus foram concretizadas.
No que diz respeito aos avanços conquistados, em 2016, a Instituição pleiteou dois (2) projetos os quais foram aprovados para serem executados em 2016, a saber:
Esporte: Formação socioeducativo do cidadão do amanhã, aprovado via Lei de incentivo ao Esporte, patrocinado pelas lojas Renner; Esporte e vida: educação para a cidadania, aprovado via (Fundo da Criança e Adolescente), para execução em 2016.
Tanto os apoios em doação da Associação Glorieux, da Apsa (Associação Pão de Santo
Antonio) e da Paróquia Sagrado Coração de Jesus foram renovadas.
Também por meio da Apsa (Associação Pão de Santo Antonio) a Instituição em novembro recebeu o prêmio São Francisco de Assis que consiste num valor em dinheiro para aquisição de um equipamento de som e renovação dos pisos.
A Instituição em dezembro uma Doação de dois (2) caminhões de produtos para o bazar da Tambasa Atacadista.
Por meio de uma emenda parlamentar a Instituição foi contemplada para receber enviar uma proposta para a aquisição de veículo a ser comprado em 2016.
Os eventos/festas/excursões se concretizam dentro das possibilidades da Instituição.
          Até o momento presente o apoio financeiro e moral da Associação Glorieux têm sido muito importante para a Obra Social Glorieux. Recebemos de novo uma ajuda financeira da fundação holandesa Brasil Op Weg.    
        Durante todo o ano a Obra recebe mensalmente uma doação da financeira da APSA (Associação Pão de Santo Antônio de Belo Horizonte) e da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Betim. Ademais, a APSA prometeu uma doação extra de RS 20.000,00 para reformas de pisos e compra de som em 2016.
 
Antonius Johannes Maria Houdé
 
I – IDENTIFICAÇÃO:
Entidade:
Obra Social Glorieux
CNPJ:
DDD/Telefone:
 106347040001-70
 (31) 3511-2100
Código e descrição da Atividade Econômica principal (e secundária):
 
PRINCIPAL
1450: Doações da Associação Glorieux
 
SECUNDÁRIAS
1440: Doações de pessoas jurídicas
1430: Doações de pessoas físicas
1330: Campanhas/festas/fundos
1510: Projeto de Judô
 
Endereço:
Rua Dracena, 160 – Jd. das Alterosas 2ª Seção
Cidade:
UF:
CEP:
E-mail:
 Betim
 MG
 32.673.246
 
Nome do representante legal:
CPF: 015.048.396-17
 Antonius Johannes Maria Houdé
 
CI/Órgão expedidor: CIMCRE/CGPMAF
Cargo:
Mandato: 18  de outubro de 2014  a 31 de outubro de 2017
 
 Presidente
 
Endereço residencial: Rua Dracena, 160 – Jd.  Das Alterosas 2ª Seção – Betim - MG
  
CEP: 32.673-246
DDD/Telefone:
E-mail:
 
 (31) 3672-2772; 8658-1654
tonhoude@gmail.com
Descreva os conselhos nos quais a entidade possui inscrição:
Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS); Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA); Representante do usuário no Conselho Municipal da Saúde.
  
         
 
 
II - FINALIDADES ESTATUTÁRIAS
 
A Obra Social Glorieux tem por finalidade fomentar, estimular, subsidiar, apoiar e proteger, além de assessorar, planejar e executar qualquer atividade relativa às políticas de caráter público e privado, voltado para o desenvolvimento humano, tais como:
a)      A promoção da assistência social, em especial de crianças, adolescentes, jovens e idosos, assim como o desenvolvimento de atividades nas áreas da cultura, da educação e do esporte, como também a orientação e apoio sócio familiar.
b)     Facilitar acompanhamento e orientação psicológica às pessoas de baixa renda que precisam dessa ajuda.
c)      Apoiar crianças, adolescentes, jovens e adultos que passam por dificuldades no ensino  escolar, como também o apoio sócio educativo em meio aberto.
d)     Executar atividades relativas a projetos que vissem o desenvolvimento  local e regional integrado e sustentável.
e)      Desenvolver projetos de integração ao mercado de trabalho e facilitar ações de qualificações e requalificação profissional para jovens e adultos.
f)       Promover a cidadania, a democracia e a ética, a superação das desigualdades de gênero, idade, raça, etnia e a garantia dos direitos humanos em geral e o respeito à vida na perspectiva de uma cultura de paz e solidariedade.
g)     Promover e/ou participar de ações de combate à pobreza, orientação e promoção da segurança alimentar e nutricional.
h)     Promoção de voluntariado.
i)       Abrir espaço para que o poder público possa atender grupos risco no bairro.
j)       Articular com órgãos das diversas esferas de governo e entidades privadas nacionais e internacionais, com vistas à execução de suas atividades.
Todas essas ações a Entidade vem realizando desde 2009 por meio de um trabalho articulado com a comunidade, o poder público e a sociedade civil. A Instituição tem se capacitado, se esforçado e buscado cada vez mais agregar forças e fazer com que o trabalho se amplie sempre mais e continue cumprindo tais finalidades. Tem-se cada vez mais feito um esforço para que todas sejam concretizadas a cada ano.
 
III - OBJETIVO GERAL
 
Promover o protagonismo de pessoas em estado de vulnerabilidade social por meio do esporte, educação, cultura e profissionalização impactando numa sociedade mais justa e humana.
 
3.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 
. Práticas esportivas
. Artes maciais
. Atividades de Recreação
. Oficinas de convívio e socialização
. Ruas de lazer
. Teatros, filmes
. Desenvolvimento humano (cursos)
 
                       
 
 
 
IV – METAS       
 
Tudo o que é planejado anualmente por meio do plano de ação apresentado em Assembleia geral da Instituição tem-se o cuidado de ser pensado antes e refletido se a mesma dá conta ou  não, tendo em conta os recursos humanos e financeiros que a mesma dispõe no momento. Neste sentido,  tudo o que fora pensado no ano anterior 80% do calculado foi concretizado. Mas como tudo na vida nem tudo é cem por cento garantido, no ano anterior tivemos dificuldades na concretização do curso de Informática planejados anteriormente pelos parceiro estabelecido, o SENAC devido à crise econômica do país. No mais tudo se concretizou conforme se havia planejado.
V - ORIGEM DOS RECURSOS
 
FONTE
VALOR ANUAL (R$)
                      Doações da Associação Glorieux          (Incluindo R$ 13.000,00 doação de Brasil Op Weg)      
84.760,00
Rendimentos bancários
                   4.380,69
Doações Pessoas Jurídicas
15.790,00
Doações pessoas físicas
20.832,76
Campanhas/festas/fundos
15.215,35
         Fundo da Infância e da Adolescência
12.375,74
Estado de Minas Gerais
57.521,42
TOTAL GERAL
210.875,96
 
 
 
 
 
 
VI – INFRAESTRUTURA
1 - Recursos Físicos:
RECURSOS FÍSICOS
QUANTIDADE
Sala de secretaria
01
Sala de Atendimento individualizado
02
Sala de coordenação
01
Sala de Informática
01
Sala de corte costura e multiuso
01
Sala de bazar beneficente
01
Sala de atendimento psicológico
01
Sala de terapias naturais
01
Depósitos de materiais diversos
03
Canil
01
Área de jardim
01
Área de limpeza
01
Cozinha
01
 
2 - Recursos Materiais:
 
RECURSOS MATERIAIS PERMANENTES
QUANTIDADE
Computadores com acesso a internet
22
Automóvel
01
Data show
01
Notebook
01
Mesas de plástico
40
Cadeiras
185
Sinucas
2
Cadeiras de ferro
17
Mesas de ferro
10
Tatames
30
Utensílios de cozinha
40 peças
Máquina de lavar
01
Freezers
02
Geladeira
01
Máquinas de costura
10
Televisão
01
Aparelho de DVD
01
Caixa de som amplificada
01
Microfones
03
 
3 - Recursos Humanos:
 
NOME
CARGO/FUNÇÃO
VÍNCULO
HORAS SEMANAIS
Vando Rosa de Mendonça
Coordenador
CLT
44
Heládio Firmino Rodrigues
Vice-coordenador
Voluntário
2 dias
Danilso Carlos Estevão
Captador de
Recursos
CLT
44
Elisete Fernandes Queiroz Silva
Auxiliar Administrativo
CLT
44
Ilda Gomes Pinto Serviços
Serviços gerais
Autônoma
2 dias  alternados
  Aldeni Antonia de Oliveira
Instrutora de Corte e costura
Autônoma
2 dias
Daniele Faria Ferreira
Coordenadora do Programa Segundo Tempo (tarde)
Parceria
20
Nalva Jéssica A. Baia
Estagiária do Programa Segundo Tempo
Parceria
20
Gisley da Silva
Coordenador Programa Segundo (manhã)
Parceria
20
Keila Batista
Estagiário do Programa Segundo Tempo
Parceria
20
Julie Anne de Araújo Santos
Instrutora
voluntária
2 dias alternados
Miriene Alves Balbino
Atendimento bazar
Voluntária
2 dias  alternados
Maria de Fátima Rodrigues Gonçalves
Festas e eventos
Voluntária
 
Esporadicamente
Geraldo Cristino Gonçalves
Festas e eventos
Voluntária
Esporadicamente
Jéssica Wrarne
Reforço escolar
Autônoma
2 dias
Eliane Ramos
Autônoma
Acupunturista
1 dia
Marilza Bonifácio de Oliveira
Autônoma
Psicopedagoga
1 dia
Bruno Reis
Instrutor de Judô
CLT
44
Lúcia Augusta de Rezende
Psicóloga
Autônomo
1  dia
Diovani Charles França
Psicólogo
Autônoma
1 dia
Heládio Firmino Rodrigues
Coordenador projeto Crescer
Voluntário
1x ao mês
  Amanda Mara da S.    Batista
Psicóloga
Autônoma
15
Luciano de Almeida
Instrutor de Informática
Parceiro
40
 
VII - IDENTIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS, PROGRAMAS, PROJETOS E BENEFÍCIOS SOCIOASSISTENCIAIS:
 
1 - TIPOLOGIA
( X ) Proteção Social Básica
(  ) Proteção Social Especial Média Complexidade
(  ) Proteção Social Especial Alta Complexidade
(  ) Assessoramento
( X ) Defesa de Direitos
2        - DESCRIÇÃO
1.1 Programa Segundo Tempo: Programa: Programa de inclusão social do governo federal gerenciado pela Prefeitura local tem como objetivo democratizar a prática à cultura do esporte de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.
1.2 Projeto Esporte e vida: educação para a cidadania: um projeto de inclusão social aprovado via Lei de Incentivo ao Esporte pelo Ministério do esporte e patrocinado pela Cemig (Companhia Energética do Estado de Minas Gerais). Teve como objetivo principal proporcionar aos moradores de Betim, em especial da região Alterosas, a prática esportiva orientada por profissionais capacitados, de forma a criar um ambiente de inclusão social e aprendizado de valores por meio do esporte, nas modalidades de Taekwondo e Futsal.
1.3 Atendimentos de Psicologia: programa de inclusão social de pessoas de baixa renda atendidas pela Obra Social Glorieux e demandados de outros equipamentos e do entorno.
1.4 Atendimentos de Psicopedagogia: programa de inclusão social de pessoas de baixa renda atendidas pela Obra Social Glorieux e demandados de outros equipamentos e do entorno.
1.5 Curso de Corte e costura: programa de inclusão social com objetivo de inserção no mercado de trabalho e possibilidades de autonomia na renda familiar.
1.6 Projeto Cres’cer: Projeto de inclusão social de jovens executado por uma equipe multidisciplinar em que se tem como alvo o  projeto de vida dos participantes.
1.7 Atendimento de Acupuntura: atendimentos com possibilidade de melhora na saúde das pessoas de baixa renda.
1.8 Curso de Informática: programa social que contempla o Conhecimento e domínio das tendências digitais como ferramentas para melhor inserção no mercado de trabalho e mundo informatizado.
1.9 Utilização dos espaços pela comunidade nos finais de semana:  com o objetivo de gerar receitas para serem revertidas  nas atividades sociais da Instituição.
1.10 Atividades diversas promovidas pela Instituição: com o objetivo de gerar receitas para serem revertidas nas atividades de manutenção da Organização Social.
1.11Atividades para a terceira idade: com o objetivo de socialização e atividades físicas.
 
1.12  Reforço escolar:  atendimentos destinado ao reforço e aprendizagem escolar.
 
3        - PÚBLICO ALVO
1.1.            Programa Segundo Tempo: crianças e adolescentes, nas quais as atividades  consistem em aulas de Futsal, vôley e recreação, contemplando crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade e risco social.
1.2   Projeto Esporte e vida: educação para a cidadania: projeto com duração de 9 meses  que contemplou 172 crianças   do bairro Alterosas e entorno  em estado de vulnerabilidade e risco social.
1.3 Atendimentos de psicologia: O trabalho psicológico tem sido realizado com crianças, adolescentes e adultos de diversas faixas etárias, para a promoção da saúde mental (depressão, ansiedade, fobias, transtornos do comportamento, etc.) e emocional dos grupos, indivíduos e/ou família.
1.4 Atendimentos de Psicopedagogia: Contempla crianças e adolescentes com diversificadas dificuldades de aprendizagem.
1.5 Curso Corte e costura: pessoas de baixa renda para inclusão/inserção no mercado de trabalho como possibilidade de renda extra.
1.6 Projeto Cres’cer: Público alvo jovens em estado de vulnerabilidade e risco social.
1.7 Acupuntura: Pessoas de todas as faixas etárias  com o intuito de contribuir na melhora da saúde das pessoas, sendo uma possibilidade a mais de interação e de agregação da  medicina alternativa.
1.8 Informática: adolescentes, jovens e adultos vindos das escolas do entorno e dos bairros atendidos pelo parceiro principal, o SENAC.
1.9 Utilização dos espaços pela comunidade nos finais de semana:  recepções diversas: comemorações de aniversários, casamentos e eventos diversos:  contemplando todas as idades: crianças, adolescentes, jovens e adultos.
1.10 Atividades diversas promovidas pela Instituição: jogos, excursões contemplando todas as idades: crianças, adolescentes, jovens e adultos.
1.11 Atividades para a terceira idade: pessoas de terceira idade e simpatizantes.
1.12  Reforço escolar:  crianças e adolescentes.
 
4        - CAPACIDADE DE ATENDIMENTO
Almejado (anual) (Há capacidade para os seguintes atendimentos)
1.1    Programa Segundo Tempo: 250 alunos
1.2     Projeto Esporte e vida: educação para a cidadania: 195 alunos
1.3     Atendimentos de psicologia: 50 clientes
1.4     Atendimentos de psicopedagogia: 40 clientes
1.5     Curso Corte e costura: 40 alunos
1.6     Pojeto Cres’cer:  60 jovens
1.7     Acupuntura: 12  alunos
1.8     Informática: 84 pessoas
1.9     Utilização dos espaços pela comunidade nos finais de semana:  1.438 pessoas
1.10          Atividades diversas promovidas pela Instituição: 3.185 pessoas
1.11          Atividades para a terceira idade: 60 pessoas
1.12          Reforço escolar: 20 alunos
 
Real
1.1   Programa Segundo Tempo: 200 alunos
1.2   Projeto Esporte e vida: educação para a cidadania: 172 alunos
1.3 Atendimentos de psicologia: 20 clientes
1.4   Atendimentos de psicopedagogia: 7 clientes
1.5   Curso Corte e costura: 21 alunos
1.6   Pojeto Cres’cer: 53 jovens
1.7  Acupuntura: 10 alunos
1.8   Informática: 60 pessoas
1.9   Utilização dos espaços pela comunidade nos finais de semana (quadra e salão):  1.438  pessoas
1.10 Atividades diversas promovidas pela Instituição: 3.185 pessoas
1.11 Atividades para a terceira idade: 60 pessoas
1.12  Reforço escolar:  6 alunos
 

Totalização das atividades (esportivas, culturais e educacionais):

 
 Pessoas atendidas diretamente anualmente.....................................................................5.232
 Pessoas atendidas indiretamente  ..................................................................................15.696
 
Obs: A somatória total que é levada em consideração é somente a real e não a almejada.
 
5 - OBJETIVOS
Os objetivos dos programas e serviços são os mesmo do item ponto 2 (vide).
6 - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
Descrição das Atividades
Periodicidade das Atividades / Duração
Mês / Ano Inicial
Mês / Ano
Final
Futsal I
 
 
 
 
Futsal II
 
 
 
 
 
Vôley
 
 
 
 
 
Recreação
 
 
Taekwondo
 
 
 
 
 
 
Psicologia I
 
 
 
 
Psicologia II
 
 
 
 
Psicologia III
 
 
 
 
Psicopedagogia
 
 
 
 
Corte e costura
 
 
Informática
 
 
 
 
 
Acupuntura
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2x por semana (segunda e quarta: manhã (9h às 50h; 10h às 10h50) Tarde: 13h às 13h50; 14h às 14h50)
 
1x por semana (terça, quinta e sexta: manhã: 8h00 às 8h50;
9h50 às 10h50; tarde (segunda e quarta: 13h00 às 13h50; 14h00 às 14h50);
 
 
3x por semana (terça, quinta e sexta: 7h00 às 7h50; 8h00
às 8h50);
 
 
 
5x por semana: tarde (segunda, terça, quarta, quinta e sexta: (13h00 às 17h00);
 
2x por semana: manhã (7h00 às 7h50; 8h00 às 8h50; 9h00 às 10h50); Tarde: 13h00 às 13h50; 14h00 às 14h50; 15h00 às 15h50;
 
 
1x por semana: tarde e noite (terça-feira): 17h30 às 18h20; 18h30 às 19h20; 19h30 às 20h20;
 
1x por semana: tarde(quarta-feira): 13h00 às 13h50; 14h00 às 14h50; 15h00 às 15h50; 16 às 16h50;
 
 
1x por semana: manhã (quinta-feira): 9h00 às 9h50; 10h00 às 10h50; tarde: 13h00 às 13h50; 14h às 14h50; 15h00 às 15h50;
 
1x por semana: manhã (sexta: 7h00 às 7h50; 8h00 às 8h50; 9h00 às 9h50; tarde: 13h00 às 13h50; 14h00 às 14h50; 15h00 às 15h50;
 
2x por semana: manhã: (terça e quinta: 8h00 às 11h00; tarde: 13h00 às 16h00;
 
5x por semana: manhã (segunda, terça, quarta, quinta e sexta: 7h00 às 11h00; tarde: 13h00 às 17h00;
 
1x por semana: manhã
(segunda-feira): 8h00 às 8h30; 8h30 às 9h30; 9h30 às 10h; 10h às 10h30; 10h30 às 11h00; tarde: 13h00 às 13h30; 13h30 às 14h00; 14h00 às 14h30; 14h30 às 15h00; 15h00 às 15h30; 15h30 às 16h00; 16h00 às 16h30 às 17h00; 17h00 às 17h30; 17h30 às 18h00; 18h00 às 18h30; 18h30 às 19h00.
 
 
 
02/2015
 
 
 
02/2015
 
11/2015
 
 
 
12/2015
7 - RECURSOS FINANCEIROS UTILIZADOS
 
Os recursos financeiros são os mesmo do  ítem ORIGEM DOS RECURSOS: R$ 210.875,96.
 
8 - RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS
 
Os recursos humanos envolvidos na execução dos projetos e dos programas da Obra Social Glorieux são os mesmos do item ponto 3.
 
9 - ABRANGÊNCIA TERRITORIAL
 
Os programas e projetos executados pela Obra Social Glorieux abrange sempre os bairros Jardim das Alterosas 1ª e 2ª Seções, Cruzeiro do Sul, Itacolomi e Senhora de Fátima. Não obstante por  causa da demanda que vem crescendo a mesma não deixar de atender bairros do entorno e de outros bairros que fazem parte do município de Betim.
 
10 – DEMONSTRAÇÃO DA FORMA DE PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS E OU ESTRATÉGIAS UTILIZADAS EM TODAS AS ETAPAS DO PLANO
 
O trabalho é realizado de forma pedagógica com a diretoria da Instituição, com o captador de recursos e a auxiliar administrativa levando em conta sempre o que foi discutido nas reuniões periódicas e avaliações de cada projeto ou programa. O trabalho  é realizado desta forma  visto que foi a maneira que a Instituição encontrou para simplificar o processo de construção do plano e por que acredita ser esta a forma mais eficaz de se realizar tal construção. A avaliação de cada projeto ou programa é realizada de forma sistemática mensalmente.
 
 
Conclusão

Percebemos que em 2015, a Instituição continuou cumprindo sua missão, se adequou às circunstâncias. Deu continuidade aos trabalhos iniciados anteriores. O leque de possibilidades e doadores foi visualizado e implementado.  Aspiramos que para o ano de 2016 continuemos a dar grandes e bons resultados como ocorrido neste ano findado, mantendo sempre a seriedade, qualidade, compromisso e respeito com a comunidade atendida.

 
 
RESPONSÁVEL PELA DESCRIÇÃO: Danilso Carlos Estevão
NOME/CPF: Danilso Carlos Estevão – CPF: 699354163-72
FUNÇÃO: Coordenador/Captador de Recursos
 
 
   
     Antonius Johannes Maria Houdé                                                       09/05/ 2016
 Assinatura do Representante Legal                                                        Data
 
 
 

OBRA SOCIAL GLORIEUX

Rua Dracena, 160 - Jardim das Alterosas 2ª Seção - Betim - MG - Cep.: 32673-246 - Fone: (31)3511-2100 / Fax: (31) 3511-2062